Projeto GENTE

Lançado em março de 2013, como um projeto-piloto na Escola Municipal André Urani, na comunidade da Rocinha, o Ginásio Experimental de Novas Tecnologias Educacionais (GENTE) prevê o uso irrestrito de tecnologias e inovação pedagógica para colocar o aluno no centro do processo de aprendizagem. Idealizado pela Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, com o apoio do Instituto Natura e de outros parceiros, o GENTE beneficiou, em seu primeiro ano, 180 alunos do 7º ao 9º anos do Ensino Fundamental. Em 2014, já serão 240 alunos.

Lá, não há turmas, séries ou salas de aula. Netbooks e lousas digitais fazem parte do cotidiano. O conteúdo, as habilidades e as competências são desenvolvidos nas aulas digitais da Educopédia, plataforma que inclui material de suporte para professores, como sequências didáticas com jogos digitais, vídeos e testes. Aliás, no GENTE, os professores assumem um novo papel: o de mentores que garantem a personalização do processo de aprendizagem.

Após o primeiro ano de atividades, apesar dos desafios, já pudemos colher alguns frutos dessa experiência inédita. “O corpo escolar e os pais relataram o progresso dos alunos em termos socioemocionais, especialmente com relação a autonomia, colaboração e solidariedade”, afirma Alice Andrés Ribeiro, gestora do projeto GENTE. Segundo ela, todos os alunos gostam de estar misturados nos times multisseriados, em vez de separados em turmas.

Com esse piloto inicial, as primeiras lições aprendidas apontam para a necessidade de aprimorar a formação do professor, apoiando-o com ferramentas pedagógicas que o auxiliem no trabalho de mentoria dos alunos.

Outro ponto fundamental é a introdução e consolidação do uso da Máquina de Testes, uma plataforma digital que permite o acompanhamento individualizado da aprendizagem do aluno, por meio de avaliações frequentes e obtenção de resultados imediatos. Com isso, será possível aprimorar a personalização do ensino, já realizada em 2013, de acordo com as demandas de cada aluno e com dados mais concretos e apurados.

Acesse o site do Projeto Gente

 

Fonte: Instituto Natura